Liberdade para Horst Mahler assine agora

Liu Xiaobo ganhou o prêmio Nobel da Paz de 2010 pela sua corajosa crítica ao Estado chinês e intensa defesa da liberdade do ser humano.

A liberdade de opinião, de imprensa e da arte é ignorada pelos políticos chineses, embora ela conste na constituição. Xiaobo não quer aceitar esta contradição. Porém, segundo o entendimento do governo chinês, ele desrespeitou a lei do Estado e o caluniou. Por isso ele é considerado um criminoso e foi condenado a 11 anos de prisão.

Todavia, os governos e a mídia do Ocidente festejam o dissidente chinês. O presidente do comitê do prêmio Nobel, Thorbjoern Jagland esclarece numa nota da agência dpa:

“A constituição chinesa garante a liberdade de imprensa, expressão e reunião, assim como a possibilidade dos cidadãos preferirem críticas ao Estado. Liu não fez nada mais do que usar seu direito constitucional; por isso ele deve ser libertado.” [Westfallen-Blatt de sábado, 11/12/2010]

Como se trata do mesmo delito que no caso de Horst Mahler: crítica ao Estado – avaliado alegadamente como calúnia – e fazer valer seu direito de se expressar livremente, podemos concluir claramente diante do entendimento público do caso de Xiaobo que: a condenação de 12 anos para Horst Mahler é ilegal.

O recurso para reavaliar seu processo foi protocolado já há várias semanas. Espera-se e aguarda-se que após esta estrondosa crítica à justiça alemã em relação ao caso de Horst Mahler, esta condenação vergonhosa possa ser revogada.

Como os dissidentes políticos são tratados na Alemanha é inadmissível, como no caso da China. Poderia surgir a impressão que os responsáveis políticos da RFA sejam hipócritas ou então já teriam introduzido uma ditadura do padrão chinês.

Por isso deve-se exigir a liberdade de Horst Mahler. Cada processo vindouro somente iria confirmar estas péssimas impressões.

Quem defende a unidade, o direito e a liberdade, como está escrito no hino nacional alemão, e cantaria tais premissas de consciência limpa, queira assinar o pedido para libertar Horst Mahler

Assinam Petição

Facebook assinatura
OU

Se você já se dispõe de uma conta prossiga com o login, caso contrário proceda à inscrição e assinatura preenchendo os campos aqui embaixo.
Nome de usuário, e-mail e senha serão os seus dados da conta, poderá assim assinar outras petições depois de ter prosseguido com o login.

Privacidade nos motores de busca? Você pode usar um apelido:

Atenção o e-mail deve ser válido para que possa validar a sua assi natura, caso contrário será anulado.

Confirmo o registro e aceito Uso e Limitações de Serviços

Confirmo que li a Política de privacidade

Eu concordo com o Processamento de dados pessoais

Painel De Mensagens

Petições relacionadas

Assinam Petição

Facebook assinatura
OU

Se você já se dispõe de uma conta prossiga com o login

Comentário

Confirmo o registro e aceito Uso e Limitações de Serviços

Confirmo que li a Política de privacidade

Eu concordo com o Processamento de dados pessoais

Objetivo assinaturas
49 / 100000

Assinaturas Recentes

assine a petição

Informações

Marcelo FranchiDe:
Justiça, direitos e ordem públicaIn:
Destinatário petição:
Ministério da Justiça, OAB

Apoiadores oficiais da petição:
Marcelo Franchi

Tags

censura, china, direito, horst mahler, justiça, liberdade, liberdade de expressão, xiaobo

Compartilhe

Convide amigos da sua rubrica

Códigos Para A Incorporação De

URL direto

URL para html

URL para fórum sem título

URL para fórum com título

Widgets