Pela justiça social: Jornal Destak/Metro vs Vera Xavier sign now

Vivemos numa época de incertezas sociais e morais. Os valores que durante séculos tivemos como correctos dissipam-se na velocidade alucinante a que a sociedade actual se desenvolve. Podemos até achar que é normal, que o facto de haver abertura para experimentar coisas novas é um sinal de modernidade.
No entanto, há valores que devem ser mantidos inalterados, de modo a compensar as outras mudanças, essas imparáveis.

É do trato entre seres humanos, da cordialidade, da simpatia, do sorrisos grátis, da ética profissional, que vos falamos.
Vera Xavier é Tarologa, mestra de reiki há mais de 7 anos, nos últimos três anos  colaborou diariamente com o jornal gratuito Metro para quem, através de um acordo de cavalheiros, de forma gratuita, forneceu diriamente as previsões do horóscopo para publicação no mesmo.


Recentemente o Destak, outro periódico gratuito, comprou o jornal Metro. A nova administração, na reformulação do adquirido, decidiu cancelar a prestação de serviços da taróloga Vera Xavier, passando os signos dos dois jornais a ser elaborados pela mesma pessoa, que já o fazia para o Destak.
É perfeitamente válido que numa altura de crise internacional, decida a administração de uma empresa reajustar os quadros de recursos humanos. É também válido que a escolha do profissional a manter recaia sobre a pessoa que esses gestores já trazem da casa mãe.

O que não tem validade nenhuma é o modo como o processo foi conduzido.

Apesar de não haver nenhum contrato escrito entre o jornal Metro e Vera Xavier, o mínimo que se pedia era o trato diferenciado que a situação exigia. No entanto, não foi isto que se passou.
Vera Xavier, à imagem dos últimos três anos, continuou a enviar o fruto do seu trabalho por email para a redacção, confiando que, apesar da aquisição, tudo se mantinha normal, por nunca ter sido informada do contrário.
Mas não era assim. Há quinze dias ao desfolhar o referido jornal, encontra a secção que até aqui era da sua autoria assinada com um nome diferente do seu. Nem um email a avisar, nem um telefonema, nada. Um obrigado, nem em miragem.


Temos um governo que insiste em apregoar a igualdade e a estabilidade laboral, as novas oportunidades e a profissionalização das empresas. Neste caso, o modo como a situação foi tratada, sobre este assunto em particular foi, do nosso ponto de vista, sub-humano.

Não podemos compactuar com este tipo de situações. Estamos todos no mesmo barco e um dia destes, a não haver nenhuma penalização por não haver um contrato formal, que quase ninguém tem hoje em dia (e os que existem são precários ou ilegais), este tipo de situação, em que uma pessoa passa de essencial a descartável, pode passar a ser tomada como procedimento normal e corrente.


Aquilo que o jornal Destak fez demonstra um espirito empresarial sem alma e um modo de actuar absolutamente nada profissional.

O que pedimos é que se ponham nesta situação, que afinal é uma possibilidade para cada um de nós, e se juntem neste pedido de responsabilização da direcção do jornal Destak, exigindo um pedido de desculpas formais a ser publicado nos dois diários aqui referidos, bem como a reintegração imediata da taróloga, com todas as condições de trabalho a que tem direito como profissional extremamente competente que é.

É um lugar comum, mas hoje por mim, amanhã por ti.

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal
0 / 50

Latest Signatures

No one has signed this petition yet

Information

Priscilla BradshawBy:
International PolicyIn:
Petition target:
Jornal Destak e Jornal Metro

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets