MANIFESTO POR UMA MНDIA DEMOCRБTICA E INDEPENDENTE sign now

MANIFESTO POR UMA MНDIA DEMOCRБTICA E INDEPENDENTE




Considerando que o direito ao acesso а informaзгo й um direito fundamental nas sociedades democrбticas modernas; que os meios de comunicaзгo sгo concessхes pъblicas e, portanto, devem prestar contas а opiniгo pъblica ao invйs de pretenderem conduzi-la e adestra-la , e que nгo pode haver eleiзхes livres quando apenas um lado detйm o monopуlio das menзхes positivas na mнdia, nуs, que assinamos este documento na condiзгo de consumidores de informaзгo e eleitores brasileiros, manifestamos nossa indignaзгo e nosso repъdio diante da acintosa parcialidade e do completo partidarismo com que parcela muito expressiva da grande mнdia brasileira, isto й, os meios de comunicaзгo de alcance nacional, tкm atuado na presente conjuntura eleitoral.

Dados divulgados pelo Observatуrio Brasileiro de Mнdia, referentes а semana que antecedeu ao primeiro turno das eleiзхes, registram uma brutal escalada de parcialidade e improbidade da grande mнdia brasileira. Os cinco grandes jornais de circulaзгo nacional pesquisados Folha de Sгo Paulo, Estado, Jornal do Brasil, O Globo e Correio Braziliense dedicaram, entre os dias 23 e 29 de setembro, 465 matйrias а cobertura dos dois principais candidatos (Lula e Alckmin). Estes sгo os resultados, divididos entre reportagens positivas e negativas para cada candidato incluindo tambйm, jб que Lula alйm de candidato й o presidente da repъblica, as reportagens dedicadas a Lula como presidente:
A Lula, como candidato, foram dedicadas 388 reportagens, das quais apenas 20,6\% eram positivas, enquanto para Alckmin de 77 matйrias, 42 \% foram positivos. Logo, percentualmente, Alckmin ganhou da imprensa 100\% a mais de boas referкncias que Lula.
Das matйrias negativas, Lula foi o objeto de 226 enquanto Geraldo Alckmin recebeu apenas 17 reportagens negativas. Ou seja, em termos absolutos, tivemos 1.329\% a mais de matйrias com referкncias negativas a Lula.
Como Presidente da Repъblica Lula teve 31 reportagens negativas e apenas 10 com referкncias positivas. Com isso, somando a situaзгo de candidato com a de presidente, obtemos 257 matйrias negativas, isto й, em termos absolutos na comparaзгo com Alckmin, 1.511\% de referкncias negativas para Lula.
(Cf. http://www.observatoriodemidia.org.br/relatorio.asp, Obs: Desconsideramos aqui as matйrias neutras para ambos os candidatos)
Julgamos que esse abuso do poder de informar deve ser considerado tгo grave quanto o abuso de poder econфmico. Estamos diante de uma asfixia sem precedentes da opiniгo pъblica na histуria de qualquer democracia conhecida. Faz-se renascer no Brasil uma imprensa que hб muito parecia morta e enterrada, como a que grassava na йpoca em que Assis Chateaubriand, o todo poderoso dono dos Diбrios Associados, era chamado o Rei do Brasil, fazendo e destituindo presidentes. A denъncia da parcialidade da imprensa nгo й, de modo algum, como quis um jornalista de mб fй, um surto de esquizofrenia aguda, nem as denъncias do candidato Lula ao massacre da imprensa soam como ameaзas. Ameaзados, sim, estamos todos a quem й negado o direito de informaзгo eqьitativa que permita a formaзгo de um juнzo refletido e uma decisгo livre de pressхes.

Nуs, eleitores brasileiros, que assinamos este MANIFESTO POR UMA MНDIA DEMOCRБTICA E INDEPENDENTE, queremos deixar bem claro aos meios de comunicaзгo de massa, e aos forjadores de opiniхes, que imaginam estar vivendo naquele Brasil em que os reis da imprensa eram os donos do paнs e o eleitorado era desdenhado como passiva massa de manobra, que os tempos mudaram. Exigimos respeito ao princнpio da igualdade de condiзхes neste caso: de equilнbrio informativo nas referкncias positivas e negativas aos dois candidatos , sem o qual nгo se poderб falar em ELEIЗХES LIVRES. Exigimos que cesse imediatamente o desequilнbrio criminoso na repartiзгo de matйrias negativas e positivas entre os dois candidatos. Exigimos, igualmente, que o MINISTЙRIO PЪBLICO ELEITORAL investigue e o TSE puna estas absolutamente claras intervenзхes da grande mнdia no processo eleitoral e penalize devidamente, nos termos da legislaзгo vigente, os seus responsбveis. Assim, expressamos nossa intenзгo de vir a fazer deste MANIFESTO uma REPRESENTAЗГO contra a utilizaзгo indevida de veнculos ou meios de comunicaзгo social, em benefнcio de candidato ou de partido polнtico pela grande mнdia brasileira (Art. 22, Lei Complementar nє 64/1990) que, na qualidade de concessхes pъblicas e agentes na trama de uma sociedade democrбtica, nгo pode alvejar a IGUALDADE DE CONDIЗХES que rege um processo de eleiзхes livres. (Cf. Pesquisa do Observatуrio Brasileiro de Mнdia: (http://www.observatoriodemidia.org.br/relatorio.asp)



Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal
0 / 10000

Latest Signatures

No one has signed this petition yet

Information

Stephanie DennisBy:
TelecommunicationsIn:
Petition target:
MINISTЙRIO PЪBLICO ELEITORAL

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets