FRENTE PARLAMENTAR PELA INCLUSГO DA MЪSICA NO ENSINO ESCOLAR sign now

"Nenhuma outra disciplina pode servir ao bem estar da crianзa - fнsico e espiritual - tanto quanto a mъsica". Zoltan Kodбly.

"A mъsica, eu a considero, em princнpio, como um indispensбvel alimento da alma humana. Por conseguinte, um elemento e fator imprescindнvel а educaзгo da juventude..."Nenhuma arte exerce sobre as massas uma influкncia tгo grande quanto a mъsica. Ela й capaz de tocar os espнritos menos desenvolvidos, atй mesmo os animais. Ao mesmo tempo, nenhuma arte leva аs massas mais substвncia. Tantas belas composiзхes corais, profanas ou litъrgicas, tкm somente esta origem - o povo." Heitor Villa-Lobos.

BREVE HISTУRICO

Em sua campanha pela inclusгo da mъsica no currнculo escolar, Villa-Lobos perambulou, no inнcio dos anos 1930, por dezenas de cidades paulistas, apresentando-se e formando um movimento que terminou por agregar um coro de mais de dez mil vozes. Villa-Lobos achava que, pela educaзгo e pelo canto, seria desenvolvido o espнrito de cidadania e solidariedade. Segundo ele, o canto orfeфnico, entoado pelas crianзas e por elas levado аs suas famнlias, transbordaria na sociedade e traria benefнcios incomensurбveis ao povo e ao paнs.

No final dos anos 1930, Mбrio de Andrade, incansбvel нcone da cultura brasileira, lutava para que a mъsica cнvica pudesse "criar por todo o paнs a prбtica do canto coral e do coro com acompanhamento de instrumentos populares ou jб perfeitamente popularizados no paнs.

O decreto-lei 4.993/42 criou o Conservatуrio Nacional de Canto Orfeфnico, cujo objetivo maior seria preparar professores da carreira do magistйrio para o exercнcio do canto orfeфnico em nнvel primбrio e secundбrio. Seu mentor, o ministro Capanema, nгo tinha exatamente uma visгo muito bem fundamentada da finalidade do Canto Orfeфnico, uma vez que, contaminado pela ideologia da ditadura Vargas, associava tal prбtica а educaзгo fнsica e discutнveis noзхes de civismo. Mas a disciplina vingou, teve suma importвncia na formaзгo de geraзхes, nas trкs dйcadas a que resistiu antes de sucumbir diante da estreiteza cultural dos governantes de entгo.

Mais especificamente, veio o golpe militar de 1964. Com ele, a supressгo dos direitos civis e individuais mais elementares, que se resumia na mais ampla censura da histуria do paнs. Exatos dez anos depois do golpe, com a reforma do ensino de 1974, a mъsica foi execrada das escolas pъblicas, comprometendo, juntamente com outros fatores (parte mesmo que era de uma aзгo geral cujo objetivo era mediocrizar e alienar a juventude), o ensino e a Cultura como um todo.


COMPROMISSO


Esta FRENTE PARLAMENTAR apartidбria se entende como um anseio inalienбvel da classe musical - para nгo dizer da sociedade, como um todo -, um movimento que luta pelo restabelecimento do ensino da mъsica em bases modernas no currнculo das escolas pъblicas. Visando a esses objetivos, busca agregar o apoio de mъsicos, educadores e formadores de opiniгo em torno do projeto de 793/2003.

Tal Projeto de Lei, somados apoios advindos de todos os segmentos da sociedade (personalidades do mundo artнstico, pesquisadores, educadores e representantes de diversos partidos polнticos, em um esforзo comum), uma vez aprovado e regulamentado abrirб novas perspectivas aos jovens e а mъsica brasileira, colaborando substancialmente para o crescimento sadio de nossos estudantes, da classe mйdia аs menos favorecidas e excluнdas. Aponta-lhes, assim, o acesso ao patrimфnio cultural da humanidade e, indiretamente, contribui de forma exemplar para o aperfeiзoamento do espнrito coletivo e o desenvolvimento da sensibilidade dos estudantes.

Como contrapartida desta aзгo а sociedade, a inegбvel contribuiзгo social, como a reduзгo dos нndices de violкncia, prostituiзгo infantil e trбfico e consumo de drogas, colaborando tambйm, como nos paнses que tкm a cultura entre seus verdadeiros patrimфnios, para a transformaзгo do Brasil em uma sociedade mais justa, mais fraterna, melhor preparada para lutar rumo ao futuro que o espera.



(Este documento foi elaborado no petitiononline, que й um site pъblico que hospeda petiзхes e coleta de assinaturas - daн a formataзгo em inglкs.Infelizmente, ainda nгo temos um mecanismo similar no Brasil, razгo pela qual utilizamos o que й disponibilizado na Internet).

INSTRUЗХES

1. Leia o texto
2. No final, em "View current signatures", vocк poderб saber quem jб apуia a FRENTE.
3. Em "click here to sign the petition", vocк poderб adicionar seu apoio
4. Ao acrescentar seu nome, nгo se esqueзa de informar sua profissгo e nъmero de RG. Use apenas esses dados.
5. Apуs concluir, volte а pбgina principal e envie a petiзгo para o maior nъmero possнvel de pessoas.

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal reached !
1000 / 1000

Latest Signatures

browse all the signatures

Information

Katherine DavidBy:
School and EducationIn:
Petition target:
Mъsicos, professores, interessados

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets