Estou farto deste sistema, que podia ser diferente se todos assim o quisessem! sign now

Eu nгo nasci no tempo do Salazar, nem nasci na altura em que o comunismo era um risco real para a democracia. Nasci e cresci depois disso e nгo sei o que isso й ou foi, portanto nгo posso falar disso.

O que eu sei й que economicamente (em termos de crescimento) a decada de 90 foi pior que a de 80, e a decada de 2000 foi pior que a 90. E excepto para aqueles que estгo filiados ou estiveram nos governos, camaras municipais ou empresas pъblicas, as coisas nгo estгo melhor, nem vгo ficar melhores.

Nгo quero saber se o PS й melhor que o PSD (ou os seus apendнces), nem vice-versa, tal como nгo queria ter que escolher entre morrer afogado ou queimado. Tambйm nгo quero saber de demagogos que sгo doutorados em economia ou que leram o Capital na juventude mas esquecem-se de dizer que vivemos num mundo globalizado e competitivo а escala mundial, e que o capital , esse, escorre mais depressa dum paнs do que areia de uma mгo aberta quando lhe apetece.

Nгo quero saber se um bando de militares conquistam a democracia em 1974 e decidiram chamar-lhe a revoluзгo do povo se hoje em 2009 vivemos numa cleptocracia, onde o socialismo do estado й na teoria tirar aos ricos para dar aos pobres mas na prбtica й tirar aos falsos ricos para dar uma pequena parte aos pobres, outra parte aos pouco produtivos e uma grande parte aos muito ricos.

Porque distribuir riqueza na sua maioria por outros critйrios que nгo o mйrito sу faz este paнs mais pobre e miserбvel, e й usado como a desculpa perfeita para continuarmos a viver numa sociedade onde uns vivem а custa dos outros, e por detrбs uns ainda enriquecem а custa de outros.

Nгo me acusem de ser egoнsta e nгo querer saber dos mais pobres e desprotegidos. Por me preocupar com eles й que me revolta a farsa deste socialismo que promete que todos serгo doutores mas depois mas sу entregam um mercado de trabalho reduzido e precбrio, que й resultado desta economia.

Revolto-me porque sei que muitas empresas que dгo emprego a muito gente, poderiam dar muito mais (empregos e rendimentos) se nгo tivessem que dar tanto a um estado que nгo dб nada de jeito em troca. Revolto-me tambйm com esses demagogos da esquerda que acham que os ordenados podem subir por decreto-lei, sem considerarem que numa economia global o papel do estado na definiзгo da escala em que o mйrito (monetбrio) й retribuнdo аs pessoas й irrelevante, quando jб nem o valor da nossa moeda controlamos. Revolto-me porque esses demagogos estupidificam a discussгo que nгo tкm nada a ver com comunismo e capitalismo e proletariado. Que esquecem-se de dizer no fim que o estado social й um luxo de economias produtivas, e podem ser tambйm o fim das mesmas. Revolto-me que para o mesmo investimento e esforзo seja mais difнcil a um indivнduo ou a uma empresa suportar o peso do estado e obter resultados em Portugal (excepto se trabalhar para ou negociar com o estado) do que em muito outros paнses europeus e nгo sу. Revolto-me que para um partido e os seus polнticos seja bastante mais fбcil ser corrupto e enriquecer ilicitamente em Portugal, sem serem nunca sofrerem as consequкncias penais ou eleitorais, e em muitos casos atй serem reeleitos conscientemente pelo eleitorado.

Revolto-me quando oiзo declaraзхes do primeiro ministro a dizer coisas como: "a crise nгo nos permite baixar os impostos por causa do dйfice, portanto a nossa soluзгo й por o estado investir mais em obras pъblicas e afins".Revolto quando sei (como toda a gente que lк jornais) que 4 obras pъblicas derrapam 240 milhхes de euros (295\% do valor previsto) para alйm que foram todas acabadas depois do prazo por meses ou anos, quando bastava uma lei ou mesmo uma alнnea no contrato para acabar com isso. Revolto-me quando vejo as obras pъblicas a serem feitas para coincidirem semanas antes das eleiзхes legislativas e municipais. Revolto-me quando vou para a ericeira numa auto estrada que foi construнda а menos de 10 anos e a vejo a ser completamente reconstruнda com muita pressa pela a empresa do tal homologo para que possa ser inaugurada a tempo das eleiзхes.

Revolto-me quando vejo que todas as empresas estгo em crise mas essas grandes empresas de construзгo tкm lucros de milhхes e milhхes. Revolto-me quando aprendi na cadeira de empreendorismo da Universidade que o cash-flow й dos aspectos mais determinantes para a viabilidade e sobrevivкncia de um negуcio (especialmente os recentes e mais pequenos) mas o estado й o primeiro a receber e o ъltimo a pagar. Revolto-me quando visito a minha avу em Barcelos e vejo um edнficio com menos de 15 anos embargado em risco de cair e as pessoas (mesmo as que estгo desempregadas) continuam a pagar ao banco essa mesma casa, e o pato-bravo responsбvel por ele provavelmente vai sair impune. Revoltei-me porque quando apanhei o comboio de Barcelos para Lisboa, vi que em todos os lugares havia um folheto de propaganda eleitoral prometendo que mais um projecto faraуnico pago pelo estado iria gerar 135 mil empregos (35.000 permanentes) e atй chegava ao cъmulo de dizer que o projecto em si "й um contributo importante para a retoma econуmica" e que o mesmo vai aumentar o PIB e receitas fiscais.

Revoltei-me ainda mais quando vi que toda essa propaganda foi paga por uma empresa pъblica (o nosso dinheiro) e distribuнdo noutra empresa pъblica (que sу dб prejuнzo) e o mesmo folheto tem a sigla MOPTC escarrapachada no verso e esse ministro disse na TV num tom de gozo que nгo sabe nem tem nada a ver com isso e que nгo vк o problema porque as empresas pъblicas sгo livres de fazer publicidade como todas as outras.

Revolto-me quando dois ministro das obras pъblicas do PSD e PS sгo hoje presidentes das mesmas empresas que fazem e fizeram contratos com o estado, e hoje alguns atй se sentam а mesa em nome dessas empresas para discutir com os homologos os mesmos contratos que eles mesmo assinaram em nosso nome. E atй vontade de rir quando o ministro das obras pъblicas que ainda tentou construir um aeroporto numa montanha hoje diga que ceder terrenos pъblicos e alargar uma concessгo por mais 30 anos a uma empresa onde o homologo do mesmo partido trabalha nгo foi a concurso pъblico porque diz que o governo considera que й o melhor contrato possнvel para o interesse pъblico. Revolto-me que sу agora em Lisboa os passes sejam agora mais baratos para alunos , quando jб o podia ser por decreto hб quatro anos. Revolto-me quando este paнs continua a endividar-se cada vez mais para indo pagando o que jб deve e para desperdiзar ainda mais, mesmo jб devemos mais do que aquilo que produzimos (PIB). Mas como nгo bastasse o passado e o presente para me revoltar o suficiente, revolto-me quando penso que daqui a um mкs, o prуximo primeiro ministro de portugal vai ser farinha do mesmo saco (PS ou PSD) e nada vai mudar no prуximo mandato e secalhar invariavelmente nem no outro seguir a este.

Revolta-me ainda mais a falta de revolta. Como й que a maioria das pessoas pode achar que nгo existe soluзгo, que sempre foi assim e sempre serб, que o PS e o PSD vгo sempre mandar nisto e mesmo quando aparecer um novo vai ser igual, que a polнtica й invariavelmente igual a roubalheira. Revolto-me que quando se comparam as decisхes polнticas (as verdadeiras conquistas democrбticas) de outros paнses com as nossas e o que eles fizeram de melhor й minimizado ou relativizado e desculpado com tudo (o Salazar, povo portuguкs, o nosso tamanho geogrбfico, econуmico ou polнtico, o preзo do petrуleo ou a crise), tudo menos com o caracter e decisхes dos polнticos que temos e tivemos (porque elegemos). Assim vivem eles em paz de espirito, pensando nгo fazer nada й justificбvel porque nгo hб nada que se possa fazer para mudar.

Revolto-me que quando quando se fala disto e se ouve coisas como "nгo hб nada a fazer", "mesmo que se faзa alguma coisa vai sempre ser a mesma coisa", "ele й corrupto mas ao menos fez mais que o anterior". Mas quem disse isso?

Nгo, eu nгo sei qual й o caminho, nem sei qual й a soluзгo, muito menos as melhores soluзхes, e ainda sei menos no curto prazo. Sу sei para onde quero ir como paнs e cidadгo e sei que esta nгo й a direcзгo nem o percurso.

Аs vezes penso, o melhor й sair deste paнs e nunca mais voltar. Jб pensei assim, e penso na ideia muitas vezes, principalmente quando penso o quгo rбpido e а quanto tempo caminhamos para um abismo. Mas nгo quero, nasci neste paнs e nгo sou culpado de nada. Para alйm disso nгo sou nem fui escravo de ninguйm. Nгo tenho e nгo quero ser escravo e servir nobres para o resto da vida, nem quero que os meus descendentes o sejam enquanto todos empobrecem e uma minoria enriquece.

Tambйm nгo desejo fazer parte dessa vida fбcil, dessa nobreza que sу enriquece а custa dos mesmos sem mйrito nem vergonha na cara. Nem me metem medo, nгo tкm Pide nem militares armados prontos para me matarem. Protegem-se apenas com a nossa passividade e ignorвncia, e ainda precisam de nуs para votar neles e para contribuir para a grande bolo que й o orзamento (+/-50\% do PIB). Ter medo para quк e de quem e porquк?

E estou farto de pertencer а minoria de pessoas que jб estб farta disto, deste vira-o-disco-e-toca-o-mesmo e que sabe quem nгo tem de ser assim e nгo й assim em grande parte do mundo (excepto os paнses sem democracia). Nгo entendo a maioria das pessoas que paga mais impostos e taxas e tкm menos emprego, menos serviзos, menos educaзгo, menos saъde e menos seguranзa e mesmo assim dб maiorias absolutas а esquerda e а direita aos que nos governam а 30 anos de uma maneira cada vez pior.

Бs vezes apetece-me pensar que apenas uma revoluзгo violenta pode dar cabo deste sistema, mas nгo quero seguir para a violкncia porque tenho ingйnua esperanзa que a caneta seja mais forte que a espada, e que o portuguкs possa perceber que decidindo juntos e justamente o nosso futuro somos todos mais felizes, ricos e inteligentes, e que os seus descendentes e futuros portugueses nгo vгo herdar tгo pesada heranзa de serem em parte escravos como nуs fomos, e possam mais facilmente do que nуs perseguir a felicidade neste paнs tгo potencialmente justo como os outros.

Sign The Petition

Sign with Facebook sign_with_twitter
OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

Sign with Facebook sign_with_twitter
OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal
50 / 100

Latest Signatures

  • 21 September 201550. Miguel T
    I support this petition
  • 25 June 201549. Joo Sobralgpa
    I support this petition
  • 01 May 201548. Andr Afonsobaptistacarvalhopvoap
    I support this petition
  • 08 March 201547. Miguel A
    I support this petition
  • 20 January 201546. Cristiana B
    I support this petition
  • 10 January 201545. Duarte S
    I support this petition
  • 30 November 201444. Luis L
    I support this petition
  • 19 July 201343. Filipe L
    I support this petition
  • 15 July 201342. Ana Mafaldac
    I support this petition
  • 27 June 201341. Francisco M
    I support this petition
  • 01 April 201340. Carla G
    I support this petition
  • 07 March 201339. Patrcia R
    I support this petition
  • 05 July 201138. Samuel S
    I support this petition
  • 02 May 201137. Susana C
    I support this petition
  • 01 November 201036. Bruno C
    I support this petition
  • 11 September 201035. Ricardo P
    I support this petition
  • 09 August 201034. Luis L
    I support this petition
  • 26 January 201033. Miguel P
    I support this petition
  • 05 January 201032. Hugo S
    I support this petition
  • 22 September 200931. Joana Arm
    I support this petition
  • 02 April 200930. Carlos B
    I support this petition
  • 31 March 200929. Nuno R
    I support this petition
  • 09 August 200828. Joo M
    I support this petition
  • 14 December 200727. Carlos B
    I support this petition
  • 04 December 200726. Isabel Martinsl
    I support this petition
  • 27 November 200725. Catarina G
    I support this petition
  • 18 November 200724. Andr V
    I support this petition

browse all the signatures

Information

Sharlene WangBy:
Politics and GovernmentIn:
Petition target:
Cidadгos Portugueses

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets