Escola sem homofobia - Precisamos evitar o retrocesso sign now

O material do projeto Escola Sem Homofobia, chamado pelos seus opositores de "Kit Gay" consiste em um material paradidático, com apostilas, livros, vídeos e cartazes, elaborado através de uma parceria entre diversas ONGs e associações de direitos LGBT e o MEC, para posterior distribuição em escolas públicas brasileiras, voltado para o ensino médio.

O material vem sendo elaborado propriamente há mais de um ano, mas as discussões referentes a ele já vêm acontecendo há quase uma década, envolvendo profissionais respeitadíssimos na área da educação, da cultura e dos movimentos sociais no Brasil. É um fruto de muito estudo e dedicação, visando reduzir a discriminação por orientação sexual e identidade de gênero, que humilha, agride e afasta da escola crianças e adolescentes de todo o país. Segundo a avaliação da Unesco:

"Os materiais do Projeto Escola Sem Homofobia estão adequados às faixas etárias e de desenvolvimento afetivo-cognitivo a que se destinam, de acordo com a Orientação Técnica Internacional sobre Educação em Sexualidade, publicada pela UNESCO em 2010 () Estamos certos de que este material contribuirá para a redução do estigma e discriminação, bem como para promover uma escola mais equânime e de qualidade. Parabenizamos a ABGLT, o Ministério da Educação e as instituições envolvidas pela iniciativa. (Vincent Defourny Representante da UNESCO no Brasil)

Diariamente, em cada escola brasileira há pelo menos um menino ou menina sofrendo, por esse motivo, com a violência física e verbal, não só por parte de alunos, como também de professores e funcionários.

No entanto, nesta quarta-feira, dia 25 de maio, a presidenta Dilma Roussef, cedendo à pressão da bancada evangélica no Congresso, em seus termos, "proibiu" a distribuição desse material. Longe de discordar do conteúdo ou da abordagem apresentada pelo material, que ela mesma admitiu não conhecer, a presidenta foi mais longe ao dizer que se tratava de "propaganda de opção sexual" e que o governo não iria "interferir na vida privada das pessoas".

Essa afirmação traz pelo menos três erros inaceitáveis por parte de uma presidenta que se elegeu sob a bandeira dos direitos humanos. Em primeiro lugar, não se trata de propaganda, trata-se de um material voltado a tratar da diversidade, tema transversal constante dos Parâmetros Curriculares Nacionais, desde 1997.

Em segundo lugar, homossexualidade e identidade de gênero não são opções sexuais, como afirmam, por exemplo, a Organização Mundial de Saúde e o Conselho Federal de Saúde, numa luta diária pelo esclarecimento da população quanto a esse assunto. E, como não se tratam de opções, não há propaganda, ninguém pode optar ou adquirir sua sexualidade ou identidade de gênero.

Em terceiro lugar, não se trata de um assunto de ordem privada. A violência e a discriminação na escola são assuntos públicos, e a escola tem a obrigação e a responsabilidade de tratar dessa questão, visto que em muitos lares, infelizmente, as crianças não apenas não têm acesso a informação sobre o assunto, como são incitadas a praticar a violência e a discriminação.

Exigimos que a presidenta reconsidere sua postura, levando em consideração seu cargo público e os compromissos assumidos com a população brasileira durante sua campanha eleitoral, por meio do Programa Nacional de Direitos Humanos, e por meio do Plano de Governo divulgado pelo PT nessa ocasião.

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal reached !
1000 / 1000

Latest Signatures

  • 03 March 20161000. Marcos Naglg
    I support this petition
  • 29 February 2016999. Amanda T
    I support this petition
  • 28 February 2016998. Giani Aparecidag
    I support this petition
  • 27 February 2016997. Eduardo S
    I support this petition
  • 26 February 2016996. Alexandre Attiap
    I support this petition
  • 25 February 2016995. Gabrielle Diasd
    I support this petition
  • 23 February 2016994. Clarissa R
    I support this petition
  • 21 February 2016993. Lincoln O
    I support this petition
  • 20 February 2016992. Cley J
    Acredito ser preciso maior educação, divulgação de informações, cursos e workshops para desenvolver a conscientização da sociedade no tocante a respeitar as individualidades. Passei inúmeras humilhações e maltratos durante a adolescência por simplesmente
  • 17 February 2016991. Jorge Antoniocostades
    I support this petition
  • 16 February 2016990. Paula P
    I support this petition
  • 16 February 2016989. Bruna C
    I support this petition
  • 15 February 2016988. Barbara Paulal
    I support this petition
  • 15 February 2016987. Patrcia Underwood
    I support this petition
  • 15 February 2016986. Marcus C
    I support this petition
  • 14 February 2016985. Kauara R
    I support this petition
  • 14 February 2016984. Taiana Mariam
    I support this petition
  • 14 February 2016983. Janaina C
    I support this petition
  • 13 February 2016982. Wander S
    I support this petition
  • 13 February 2016981. Lus Gustavosousas
    I support this petition
  • 10 February 2016980. Rafael A
    I support this petition
  • 09 February 2016979. Sivaldo C
    I support this petition
  • 08 February 2016978. Heloisa Olivil
    I support this petition
  • 02 February 2016977. Thiago G
    I support this petition
  • 01 February 2016976. Leo G
    Sempre sofri com a homofobia desde minha infancia antes mesmo deu saber o que de fato isto significava, hoje sou ainda vítima de preconceitos agrecivos e sou um cidadão comum sem extravagancias na postura ou vestimenta e ainda sou vítima, me sinto exausto
  • 31 January 2016975. Roberta R
    I support this petition
  • 30 January 2016974. Cristiane Silvaf
    Mundo sem homofobia.

browse all the signatures

Information

Selma HarrellBy:
International PolicyIn:
Petition target:
Gabinete da Presidência

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets