Diferenciação Positiva para os Estudantes Madeirenses sign now

Petição à Assembleia da República

Diferenciação Positiva para os Estudantes Madeirenses

Ao abrigo do disposto no nº 1 do artigo 52º da Constituição da República Portuguesa e do artigo 15º da Lei nº 43/90 de 10 de Agosto com as alterações introduzidas pela Lei nº 6/93 de 1 de Março, e pela Lei nº 15/2003 de 4 de Junho, submetemos a Sua Excelência, o Presidente da Assembleia da República, Dr. Jaime Gama, a apreciação da presente petição subscrita pelos abaixo assinados.


Com a liberalização da rota de aviação civil entre a Madeira e o Continente Português, o transporte aéreo na Região entrou numa nova fase.

Dentro do espírito de livre-concorrência, livre-mercado e Espaço Aéreo Aberto, não ficaram salvaguardados os interesses dos residentes e, em especial, dos estudantes madeirenses, que têm de estudar fora da Região e sentem os custos da sua deslocação cada vez mais elevados.

O processo de liberalização não salvaguardou o desconto que existia no anterior regime nas tarifas das passagens aéreas para os estudantes, o que constituía uma ajuda nos orçamentos familiares dos jovens que apostam na sua formação superior.

Tendo em conta que actualmente não existe qualquer distinção entre o preço da passagem suportada pelos estudantes em relação aos residentes é necessário proteger as condições de efectivação do direito à educação.

Os Estudantes Madeirenses defendem, assim, a necessidade do Estado instituir o princípio da diferenciação para os passageiros estudantes, em relação aos passageiros residentes.

Não nos podemos esquecer que a Educação é um pilar fundamental no desenvolvimento da pessoa humana e da nossa Região, na medida em que a aposta no ensino superior é fundamental para uma maior qualificação dos nossos jovens.

Assim sendo, os estudantes madeirenses que frequentam o ensino fora da Região Autónoma da Madeira, bem como os estudantes residentes que frequentam o ensino na Região mas que, por motivos de estudo, têm de se deslocar, tal como está consagrado na Lei nº 15/2004, de 11 de Maio, não podem ver o seu direito à educação e as suas legítimas aspirações a um futuro melhor limitadas por obstáculos financeiros.

Atendendo aos fundamentos aduzidos por esta petição, reclamamos que a Assembleia da República reconheça a pertinência do nosso pedido e aprove uma alteração ao Decreto-Lei nº 66/2008, de 9 de Abril, que regula a atribuição de um subsídio social de mobilidade aos cidadãos beneficiários no âmbito dos serviços aéreos entre o Continente e a Região Autónoma da Madeira, de modo a que aos estudantes seja atribuído um subsídio superior ao dos residentes.

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal
1000 / 5000

Latest Signatures

browse all the signatures

Information

Lelia BrayBy:
International PolicyIn:
Petition target:
Assembleia da República de Portugal

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets