Assine esta petição por um Brasil melhor sign now

Esta petição tem a finalidade de obter adesões para o Clube dos 16\%. Assine se você concordar com os termos expostos abaixo em brilhante artigo do jornalista Mauro Chaves, publicado no jornal "O Estado de São Paulo" (14/2/2009).

O grupo "Por 1Brasil Melhor", inspirado pela lúcida análise do eminente jornalista, achou por bem dar início a um movimento contra o que vem ocorrendo neste país como sendo a negação de tudo que é entendido como ética, mérito, cidadania, moralidade, espírito público, honestidade, respeito, enfim todos os valores pelos quais as pessoas de bem lutam e valorizam e que constituem os pilares da democracia e a verdadeira estrutura do que podemos chamar de nação.

Se você deseja mudar esta realidade, leia os estatutos expostos no artigo abaixo e ajude-nos a transformar este Clube dos 16\% - nome dado em alusão à percentagem de pessoas que não aprovam Lula - numa porcentagem muito maior para que possamos vencer a apatia e a inércia de 84\% da população brasileira, indiferentes e submissos que estão frente a tantos desmandos e impropriedades sempre amplamente denunciados pela mídia, porém sem consequência alguma. Essa impunidade os transforma em verdadeiros saqueadores da nossa pátria e da nossa dignidade.

Vamos mudar este país; vamos cuidar bem deste Brasil, deixando como legado para nossos filhos e descendentes, um lugar melhor para se viver. Nós podemos mudar e vamos fazê-lo. Mas para resgatarmos o que tanto prezamos e estamos a perder, precisamos de sua adesão. Assine esta petição, se concordar, mas antes leia o artigo de Mauro Chaves para inteirar-se bem desta proposta e seus preceitos.

Faça parte deste movimento virtual! Hoje, felizmente, dispomos do avanço da tecnologia para demonstrar nosso repúdio com força e eficiência. Assim, nós podemos transformar a realidade em que vivemos.

O grupo "Por um Brasil melhor" agradece sua colaboração.


Clube dos 16\%
Mauro Chaves
Art. 1º: Fica constituída, com a denominação acima, a sociedade civil sem fins lucrativos, cuja finalidade é a de se recusar a aceitar o que dizem ser o pensamento dominante de 84\% da população do País.

Art. 2º: Os integrantes desta entidade esclarecem que jamais foram entrevistados por qualquer instituto de pesquisa de opinião nem conhecem quem quer que seja que já tenha sido entrevistado por algum instituto de pesquisa de opinião ou já tenha ouvido falar da existência de alguma pessoa que já tenha sido entrevistada por algum instituto de pesquisa de opinião, que tenha manifestado sua opinião de aprovação a quem anunciam como detentor de 84\% de opinião favorável da população.

Art. 3º: Os integrantes desta entidade aqui manifestam, claramente, sua adesão ao critério da valorização pelo mérito.

Art. 4º: Por critério da valorização pelo mérito aqui se entende o crescimento, o desenvolvimento e a elevação geral de padrão de existência da pessoa humana que decorra, fundamentalmente, do reconhecimento ao esforço de seu aprendizado e consequentes resultados.

Art. 5º: Os integrantes da entidade aqui constituída se recusam a aceitar o critério de cotas, de qualquer espécie, que substitua o mencionado critério de valorização pelo mérito, seja para ingresso em instituições de ensino, empresas estatais ou entidades de qualquer esfera da Administração Pública.

Art. 6º: Os integrantes da entidade aqui constituída são contrários à distribuição de quaisquer tipos de Bolsas que não sejam, exclusivamente, de estudo.

Art. 7º: Os integrantes da entidade aqui constituída não acham que é preconceito exigir preparo das pessoas públicas, especialmente daquelas que detêm as maiores responsabilidades de comando.

Art. 8º: Os integrantes desta entidade consideram que um alto dirigente público tem de possuir um acervo de conhecimentos suficiente para que não tenha de "comer pela mão" de subordinados - inclusive divergentes entre si - ou se submeter às pressões dos lobbies, cujos interesses frequentemente em nada se assemelham aos interesses da coletividade sobre a qual atuam.

Art. 9º: Os integrantes desta entidade não acham que é possível governar "de ouvido", tomar decisões com base apenas no que lhe cochicham os oportunistas, os áulicos ou os que ainda não se libertaram de um ideologismo rançoso, que só sobrevive graças ao sentido folclórico ou museológico que ainda mantém no mundo contemporâneo.

Art. 10º: Os participantes desta associação consideram que não deve haver vergonha ou sentimento de culpa pelo fato de se usar o vernáculo corretamente, observando-se a topologia pronominal, os tempos verbais e respeitando-se a exigência básica do vocábulo no plural, qual seja, a adoção da letra "s" ao final da palavra.

Art. 11: Os integrantes desta entidade não se sentem diminuídos pelo fato de eventualmente terem estudado em boas escolas e universidades, pois acreditam que isso, em vez de significar insulto pessoal aos que não tiveram a oportunidade de fazê-lo, lhes pode representar um desafio à busca de oportunidades semelhantes, pelo esforço redobrado do aprendizado, com o que tantos já cresceram, acima de todas as expectativas, próprias e alheias.

Art. 12: Por valorizarem o esforço pessoal do aprendizado e do trabalho é que os participantes desta associação não concordam com que grandes empresas façam negócios com filhos dos homens públicos mais poderosos, dando-lhes uma participação excepcional - que em nada corresponda às aptidões consignadas em seus respectivos currículos -, assim caracterizando um escandaloso tráfico de influência.

Art. 13: Os integrantes do clube ora constituído não concordam que tenham sido jogadas para debaixo do tapete todas as falcatruas do tipo mensalão, "recursos não contabilizados", sanguessugas, valeriodutos, dólares na cueca e catrevagens assemelhadas.

Art. 14: Os participantes desta associação consideram que também as famílias de pessoas brancas, heterossexuais e capazes de prover o sustento com o próprio trabalho devem ser julgadas normais, sem sofrer qualquer tipo de discriminação por suas opções.

Art. 15: Os membros do Clube constituído pelo presente instrumento consideram que são legítimos a posse e o desfrute de propriedades que eventualmente possuam, assim como julgam correta a oposição que façam a esbulhos que lhes pratiquem militantes de movimentos sociais de sem-terra.

Art. 16: Os integrantes do presente sodalício se recusam a participar de passeatas "pela paz", quando essas se realizam em razão de crimes horripilantes, especialmente os praticados contra jovens e crianças, visto que não é "paz", e sim punição rigorosa que merecem os facínoras que os cometeram, além do fato de os direitos humanos de suas vítimas também deverem ser respeitados.

Art. 17: Entendem os membros deste Clube que é uma aberração os criminosos cumprirem só um sexto de suas penas e a legislação brasileira se assemelhar a apenas três outras do mundo - da Venezuela, Colômbia e Guiné - ao estabelecer a responsabilidade penal dos facínoras somente quando estes completem 18 anos de idade, antes do que só podem receber "medidas socioeducativas" por suas atrocidades.

Art. 18: Os integrantes desta sociedade consideram Oscar Niemeyer o talentoso artista que faculta a presença de pessoas dentro de suas esculturas - chamadas de prédios -, mesmo que estas lá se sintam desprovidas de serviços não escultóricos, próprios das necessidades da natureza humana.

Art. 19: Os membros da associação ora constituída declaram ódio ao BBB.

Art. 20: Este Clube entra em funcionamento na presente data.

Mauro Chaves é jornalista, advogado, escritor, administrador de empresas e pintor


Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in, otherwise register an account for free then sign the petition filling the fields below.
Email and the password will be your account data, you will be able to sign other petitions after logging in.

Privacy in the search engines? You can use a nickname:

Attention, the email address you supply must be valid in order to validate the signature, otherwise it will be deleted.

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Shoutbox

Who signed this petition saw these petitions too:

Sign The Petition

Sign with Facebook
OR

If you already have an account please sign in

Comment

I confirm registration and I agree to Usage and Limitations of Services

I confirm that I have read the Privacy Policy

I agree to the Personal Data Processing

Goal
928 / 5000

Latest Signatures

  • 15 December 2015928. Jos Carlosdossantosa
    Achei esta petição ótima, genial.
  • 11 December 2015927. Fredrico P
    I support this petition
  • 10 December 2015926. Carlos Eduardodebarrosr
    Aplaudo o Mauro Chaves
  • 05 December 2015925. Fausto F
    I support this petition
  • 04 December 2015924. Rubens K
    I support this petition
  • 03 December 2015923. Giuseppe N
    I support this petition
  • 29 November 2015922. Enedina M
    Por um Brasil melhor!
  • 28 November 2015921. Everardo Rodriguesg
    I support this petition
  • 26 November 2015920. Maria C
    I support this petition
  • 22 November 2015919. Ada Laurocostadas
    Vamos lutar
  • 20 November 2015918. Josmar V
    Temos que fazer alguma coisa. Isso tudo é uma vergonha para o nosso pais. É um retrocesso monumental.
  • 19 November 2015917. Renato I
    tel. 011-4191 3560 RG 2.339.785
  • 17 November 2015916. Mario Fonsecav
    magnífico trabalho por um BRASIL MELHOR
  • 16 November 2015915. Maria Inesmazzarellol
    I support this petition
  • 14 November 2015914. Lucia E
    I support this petition
  • 11 November 2015913. Gustavo Gates
    I support this petition
  • 11 November 2015912. Maria Delourdesb
    I support this petition
  • 10 November 2015911. Ricardo Stone
    I support this petition
  • 29 October 2015910. Guilherme Rossimachadoj
    vergonha - chega de manipulacao
  • 26 October 2015909. Miguel M
    Por um Brasil melhor!
  • 16 October 2015908. Ieda F
    I support this petition
  • 16 October 2015907. Roland C
    I support this petition
  • 15 October 2015906. Elias Silveirab
    I support this petition
  • 13 October 2015905. Eduardo B
    concordo e apoio totalmente
  • 04 October 2015904. Mario M
    Por um Brasil melhor
  • 04 October 2015903. Kazuo S
    Que a midia oriente a população como e onde protestar, somos impotentes inividualmente, mas se unirmos numa campanha de concoentização da comunidade com certeza conseguiremos nos fazer ouvir e demonstrar todo nosso descontentamento e revolta com o que est
  • 03 October 2015902. Alessandra Mccarthy
    I support this petition

browse all the signatures

Information

Tia HaasBy:
Politics and GovernmentIn:
Petition target:
povo brasileiro

Tags

No tags

Share

Invite friends from your address book

Embed Codes

direct link

link for html

link for forum without title

link for forum with title

Widgets